(34) 3313.8569    |   (11) 4512.3446   |   (34) 3312.3643

INTERVALO INTRAJORNADA

Como todos já sabemos, a nova Reforma Trabalhista veio alterar muitos aspectos do dia a dia do trabalhador brasileiro, e alguns fatores influenciam na Segurança do Trabalho, trazendo à tona ainda mais a relevância de se discutir esse assunto e criar políticas para promover o bem-estar dos funcionários das empresas de todo o país.
Uma das mudanças de destaque tem relação com os intervalos intrajornada. Antes da reforma, trabalhadores cujas jornadas têm a partir de seis horas diárias podiam usufruir de um intervalo de, no mínimo, uma hora e, no máximo, duas horas. Com as novidades das leis trabalhistas, esse tempo poderá ser reduzido para até 30 minutos.
Especialistas discordam da nova medida, já que o intervalo de uma hora é considerado por médicos e fisioterapeutas o período mínimo para manter a saúde do trabalhador. Assim, a redução do intervalo diário poderá comprometer a integridade física e o bem-estar dos colaboradores.
Por outro lado, algumas pessoas defendem a nova regra, já que ela permite ao funcionário encerrar o seu expediente até uma hora mais cedo, o que compensaria a pausa mais curta no meio do dia. Seja como for, é importante não esquecer o papel da Segurança do Trabalho em meio a tantas mudanças e ajustes.
Fonte: http://www.portalodia.com/noticias/piaui/intervalo-flexivel-pode-trazer-riscos-a-saude-e-a-seguranca-do-trabalhador-308861.html

- Grupo MEPI